HALLUX VALGUS - JOANETES

O aumento do volume da região interna (medial) próximo ao “dedão do pé” - chamado de hallux - é conhecido popularmente como joanete. Quando ocorre associadamente o desvio para fora, em direção aos outros dedos (dito tecnicamente: em valgo), de uma ou de ambas as articulações do hallux - denominamos de hallux valgus. Portanto o joanete pode ou não estar associado à uma deformidade mecânica do movimento articular do “dedão do pé” - o hallux valgus - e esse é o ponto principal para entender a causa do problema, sua evolução progressiva e seus tratamentos.

Esta condição clínica é a deformidade mais frequente do antepé, acometendo 10 a 15 mulheres para cada homem. Tem origem decorrente de vários fatores, dentre as causas mais importantes a herança familiar genética (hereditariedade), e a utilização de sapatos com a câmara anterior afilada e saltos altos. Em verdade, o hallux valgus acomete apenas pacientes predispostos geneticamente, sendo a penetrância genética responsável pela idade de aparecimento da deformidade, a velocidade com que a doença se instala e a sua gravidade.


O uso dos sapatos fechados atua acelerando a progressão, porém existem estudos em populações aborígenes não calçadas mostrando a presença do desvio (de caráter exclusivamente genético).


O pé chato (plano), o encurtamento da musculatura da panturrilha, bem como o aumento de movimento da articulação bilidade do 1 o raio, também já foram suspeitos de atuarem de algum modo no aparecimento da deformidade.

A doença inicia com o desvio do 1o osso metatarsal em direção medial, evoluindo para uma perda progressiva de orientação do eixo de movimento articular da metatarso-falângica do hallux, com afrouxamento das estruturas de apoio medial (cápsula, ligamentos e tendão abdutor do hallux), e desvio lateral e rotacional dos complexos músculo-tendinosos. Ao longo do processo, aparecem calosidades no “dedão” e em outros pontos do pé, devido à mudança do apoio no antepé, gerando sobrecargas chamadas metatarsalgias de transferência.


Devido ao novo espaço que o hallux começa a ocupar, os dedos laterais também começam a sofrer com desvios e calosidades, muitas vezes dolorosas, bem como podem ocorrer bursites e inflamações crônicas de nervos nos espaços entre os metatarsos. Ao longo do tempo, os paciente podem sem acometidos de fraturas por estresse, desgastes articulares (artroses) e infartos ósseos (osteonecrose).

A dor pode variar entre os pacientes acometidos, não sendo necessariamente relacionada com a evolução ou gravidade da lesão. A maioria dos pacientes sentem dores pela perda do apoio do “dedão”, pela alteração de movimento da articulação e pela transferência da carga de apoio para a região lateral do pé. Alguns também podem queixar-se de dormências nos trajetos dos nervos cutâneos mediais, outros podem queixar-se de dor plantar sob o sesamoide medial que encontra-se sobrecarregado, ou ainda dores nos outros dedos ou nos nervos entre os metatarsos A deformidade da cabeça do 5 o metatarso, chamada bunionete, joanete do alfaiate, ou doença de Sastre, pode também ocorrer. 

Após a avaliação clínica, as radiografias, ultrassonografias ou outros exames de imagem do pé são solicitados quando necessário, para a aferição correta de diversos ângulos dos desvios acometidos, bem como o estudo de particularidades e nuances diversas e pessoais de cada pé. Importante saber que existem muitas diferenças e especificações particulares de cada indivíduo, o que torna o tratamento correto para cada joanete muito pessoal.

O tratamento para o hallux valgus doloroso é exclusivamente cirúrgico, com diversas técnicas bem descritas e estudadas na literatura, com o objetivo de acessar as particularidades de cada deformidade - medidas clínicas como modificação do uso de calçados, órteses de silicone interdigitais ou de proteção do bunion, ou técnicas analgésicas de fisioterapia, tem função de alívio parcial e temporário de dores, não sendo capazes de corrigir em definitivo a deformidade estruturada, e portanto são modalidades terapêuticas de uso limitado e restrito para alguns casos.

RafhaelRemor-EstudoLogo2.png

© 2019 MKTEFFECT

Agenda Virtual

Raphael S. Remor de Oliveira - Doctoralia.com.br