FIBROMATOSE PLANTAR

A dor da fibromatose plantar é tipicamente no terço médio, e nódulos firmes, de consistência fibro-elástica junto à substancia da fáscia, são palpáveis e usualmente muito dolorosos. Habitualmente nesses casos, a fáscia palpável apresenta-se muito rígida e tensa.

Dor após um evento traumático pode ocorrer devido à uma ruptura da fáscia - em casos crônicos, paradoxalmente, a dor pode melhorar completamente após algum tempo, entretanto se a ruptura ocorrer em toda a extensão da fáscia, pode ocasionar um achatamento do arco longitudinal medial. A ruptura também pode ocorrer após uma história de infiltração da fáscia plantar por esteroide, e pode ser palpado um afastamento ou gap na substância da fáscia durante a manobra de extensão.

Durante o exame físico, é importante o registro do tipo de pé - pés planos ou cavos acentuados podem predispor à fasciite, bem como o encurtamento da musculatura tríceps sural. Importante também o registro de possível aumento do peso corporal - o sobrepeso é fator de risco para a fasciite plantar, tanto quanto o uso de sapatos de solado muito raso (sapatilhas, chinelos de dedo, sandálias rasteiras), atividades físicas de alto impacto (corridas, futebol, tênis, voleibol, entre outros), e atividades laborais que demandam tempo prolongado de pé ou longas caminhadas.

RafhaelRemor-EstudoLogo2.png

© 2019 MKTEFFECT

Agenda Virtual

Raphael S. Remor de Oliveira - Doctoralia.com.br