FASCITE PLANTAR

A fáscia plantar é uma estrutura fibrosa rígida, facilmente palpável na região do arco longitudinal medial, especialmente com a manobra de extensão das metatarso-falângicas, mantendo-se o tornozelo em neutro ou leve extensão - essa manobra pode elicitar dor em pacientes com fasciite plantar.

A dor nessa patologia localiza-se especialmente na face plantar medial do calcâneo, logo distal ao coxim adiposo, podendo estender-se para o terço médio. Tem carácter insidioso, tipo pontada ou facada, que pode aumentar de intensidade e evoluir a severa, tipicamente nos primeiros passos ao acordar-se de manhã, ou após períodos prolongados em repouso, não raro fazendo o paciente claudicar. Pode aliviar ao longo do dia, piorando novamente ao final de um dia de trabalho. A dor matinal é referida à posição em que o pé assume durante o repouso - a musculatura flexora da perna é mais potente que a extensora, mantendo o pé em flexão (flexão-plantar). Ao levantar-se e assumir a posição ortostática, o tornozelo fica em 90o, estendendo o triceps sural, que anatomicamente apresenta fibras que se confluem com a fáscia plantar. Em geral a dor alivia após algum tempo de movimentação e caminhadas.

RafhaelRemor-EstudoLogo2.png

© 2019 MKTEFFECT

Agenda Virtual

Raphael S. Remor de Oliveira - Doctoralia.com.br